Dentro de Você Há Equilíbrio Divino

TOBIAS E O CONSELHO CARMESIM

6 de janeiro de 2001 


Série dos Criadores

Lição 6: Dentro de Você há Equilíbrio Divino




E assim é, queridos amigos, que nos reunimos aqui com vocês neste dia do Círculo Carmesim. Entramos alegremente em seu espaço e em sua energia. Oh, seus corações estão abertos neste momento! Vocês nos aceitam verdadeira, profunda e amorosamente. Nós lhes agradecemos por nos permitir entrar neste espaço.

A aceitação de si mesmos, de quem são... oh, isto mudou significativamente desde a última vez em que conversamos. Mudou em enormes proporções desde que iniciamos nossos encontros neste círculo. Parte de nossa responsabilidade no Conselho Carmesim é oferecer a vocês uma perspectiva, mostrar o que vemos. Há momentos em que não podem ver seu próprio progresso, porque estão no meio de suas vidas e experiências. Vocês estão tão entranhados na dualidade que lhes é difícil ver quem realmente são. Assim que oferecemos nossa perspectiva. E realmente, queridos amigos, vocês não têm a mesma consciência que tinham há apenas alguns meses atrás. Vocês desprenderam muito do velho e agora começam a abraçar a energia do novo. E esta energia é seu próprio eu divino.

Queridos amigos, eu, Tobias, e aqueles do Conselho Carmesim viemos aqui neste dia para partilhar com vocês o que vemos. O que vemos é um grupo de humanos nesta sala e até mesmo aqueles lendo ou ouvindo estas palavras através das dimensões, através do tempo e do espaço. Olhamos dentro de seus corações, dentro de seu chakra um, e vemos que estão aprendendo a aceitar sua divindade. Sabemos que isto tem sido difícil e desafiador. E sabemos que alguns de vocês amaldiçoaram Tobias. (risadas) Vocês amaldiçoaram cada lição que demos a vocês! Rimos com vocês agora! (dando uma risada) E os honramos, porque sabemos que tem sido difícil.

Vimos a vocês com esta série – que chamamos A Série dos Criadores - para lhes dar informação que podem usar para se tornar humanos poderosos. Sabemos que a última coisa que um anjo humano precisa é escutar sensaboria. Assim que somos muito cautelosos. Continuaremos a fornecer-lhes tanta informação sólida e prática quanto for possível em nossa conversas. Mas queridos amigos, esta rua entre nós é uma de duas mãos. 

Não lhes daremos trivialidades. Não lhes daremos palavras vazias para que se sintam bem por um breve momento de seu tempo. Nós lhes daremos informação que estamos recebendo de vocês sobre seu próprio caminho. Daremos informação que uma parte de vocês nos está contando que vocês precisam ouvir. Somos simplesmente aquele que repõe informação vinda de vocês. É por isto que soa tão familiar. É por isto que às vezes a energia de Tobias e do Conselho Carmesim parece estar tão próxima, soando com significado como se vinda de vocês. É porque é assim mesmo que acontece. É informação que pediram que nós transmitíssemos a vocês.

Uma parte da parceria que temos aqui neste círculo, queridos amigos, é transmitir informação para vocês, mas depende de vocês, vocês anjos humanos, coloca-la em prática. Depende de vocês trabalhar com ela, trabalhar com estas novas ferramentas. Depende de vocês em última instância tornarem-se criadores. Como lhes dissemos antes, não conhecemos todas as respostas a suas perguntas. Mesmo em nosso último encontro, quando as perguntas foram feitas, dissemos que estaríamos fora por um tempo. E Cauldre (Geoffrey Hoppe) pensou que isto fosse só para ele! Mas realmente, pelos últimos 30 dias, foi para todos vocês.

O fundir desta energia entre vocês e nós e o Espírito e Tudo Que É realmente é doce! A energia neste espaço é realmente encantadora, seja vocês nesta sala na montanha ou num espaço distante daqui. Sabemos que suas vidas são repletas, com muitas atividades, muitos pensamentos, muitas preocupações. Pedimos agora a cada um de vocês aqui, lendo ou ouvindo para fazer uma pausa para o fundir. Queridos amigos, tomem o momento para sentir o que ajudaram a criar com o Espírito neste espaço, o sentimento de amor verdadeiro, o sentimento de paz e a sensação de seu próprio eu divino despertando serenamente, lá dentro.

Pedimos a Cauldre para ficar em silêncio por um momento. Pedimos a cada um que sinta este fundir que ajudaram a criar. Realmente este é um momento doce para nós, para todos nós que entramos.

(Pausa)

Bem, aqui esta noite temos uma energia interessante, um pouco diferente do que possam ter experimentado antes. Como sabem, há muitos que chegam para visitá-los quando estão no círculo, são aqueles do outro lado do véu que estão curiosos sobre os trabalhos aqui. De uma certa forma, queridos amigos, eles têm que fazer reservas com antecedência para aqui estar, pois de outra maneira seriam uma enchente para dentro de seu espaço. (dando uma risadinha) Nós somos muito reservados sobre quem vem até aqui. Há até uma ordem de chegada para seu círculo. Vocês, os humanos aqui, sentam-se no primeiro círculo. Então há os outros que se reúnem num círculo ao redor deste e em círculos que se expandem após este outro.

Agora nesta noite de nossa reunião, aqueles que chegam somente com convite... sua energia é diferente. Eles são os que nunca atravessaram a muralha de fogo, mas estão ansiosos aguardando o momento apropriado. Eles são os que começarão a entrar dentro dos próximos cinco anos de seu tempo. Serão os que passarão através da muralha de fogo. Irão para um tipo de sala de recepção, ou transição, antes que possam tomar um corpo físico, antes que possam entrar na consciência da Terra. São os que vocês conheciam quando estavam no reino, quando estavam no primeiro círculo. São aqueles com os quais vocês brincavam, que vocês ensinaram, mesmo quando estavam lá. Eles sentiram sua falta imensamente. Vocês não lembrariam seus nomes. Sequer lembrariam muito bem suas energias. São os que vocês conheceram. São os que vocês sentiram saudades. Oh, e realmente eles mal reconhecem vocês.

Isto nos leva a um bom tópico para discutir desta vez. Quase todos vocês perguntaram qual era seu nome angélico no outro lado, o nome pelo qual eram chamados. Sabem, queridos amigos, por que não são capazes de tocar o ponto em questão? É porque o nome pelo qual eram chamados no outro lado, o qual é como uma vibração ou um tom...Vocês não os levam mais.

Vocês mudaram demais desde que iniciaram suas jornadas na Terra. Seria uma desonra para aqueles que chegam esta noite chamá-los pelo nome que eram conhecidos no primeiro círculo. Seria uma desonra. Seria como chamar um general de tenente. Seria como chamar alguém que é um doutor de estudante. Seria uma desonra a eles usar o nome pelo qual eram conhecidos porque vocês foram muito, muito longe. Evoluíram tanto que há um novo nome saindo de dentro de vocês. Não é aquele que tinham no outro lado, mas um novo nome que vocês estão ajudando a criar e definir neste instante. Com este nome começamos a ter as pistas das energias nascendo dentro de vocês, e ao acontecer, o novo nome começa a surgir. Seria inapropriado a nós partilhar este nome com vocês, uma vez que descobrirão por si mesmos. Irão conhece-lo sem dúvida ou questionamento. Mas este nome ainda está nascendo. Assim que pedimos que sejam pacientes.

Então, aqueles que entram para observar estão aqui por uma razão muito boa. Eles têm observado vocês do outro lado, do primeiro círculo. Eles têm se espantado com o que vocês têm realizado e como é estar na Terra, estar na dualidade, não ter lembrança de quem realmente são. Estão em reverência por vocês começarem a lembrar. Reverenciam ao ver que vocês saíram da energia do "dois" e iniciam um novo equilíbrio. Vocês estão trazendo a consciência crística. Quando houver massa apropriada, quando houver Shaumbra e trabalhadores de luz suficientes ao redor do mundo, trazendo e integrando esta energia da consciência crística, então será a vez deles começarem a entrar.

Eles vêm hoje para observar, para estar neste círculo, porque estão em treinamento e preparação. Oh, meus queridos, eles virão à Terra em aproximadamente cinco anos de seu tempo. Nascerão em biologia. Tomarão a condição humana. Eles não são aqueles que vocês chamam os Índigos, estes são de um tipo diferente. As crianças índigo são as que passaram por um número de vidas e chegaram a um novo ponto de evolução e poderio dentro de seus seres. Os índigos são almas antigas da Terra.

Há os outros que estão sendo chamados "crianças cristal" - oh, vocês têm muitos nomes para grupos. (dando uma risadinha) Estes não são os que vocês se referem por este nome. Nós não damos nome a eles desta vez. Eles são os novos que nascerão. São os que vêm do reino do primeiro círculo e que nunca tomaram a forma humana. Isto significa que estão nervosos! Isto significa que estão espantados com o que vocês realizaram. Estão em treinamento e estão começando a assimilar. Começam a se condicionar. Estão treinando para compreender. Pelo fato de ainda estarem no outro lado da muralha de fogo, precisam de um intermediário, precisam de um mediador. Há aqueles nesta sala que estão atuando nesta função esta noite, ajudando a trazer a energia deles mais para perto. Seriam como tradutores que entram.

Estes novos, entrando estarão estudando vocês pelos próximos anos. Então se vocês despertam à noite e sentem uma energia no quarto, se vocês sentem como se tivesse recebido um solavanco...(eles ainda estão meio desajeitados)... são eles simplesmente chegando mais perto. Quando vocês integrarem sua divindade, eles estarão aptos a entrar mais e mais perto de vocês. Estão tentando entender este processo de ser um humano. Eles estarão "acompanhando" vocês.

Se vocês pedissem a eles conselho sobre o que fazer com suas vidas, eles não teriam ideia. Eles aprendem de vocês! Não confundam estas entidades com seus guias ou seus anjos, queridos amigos. Eles são recrutas. Eles não têm permissão para ir e vir livremente. Eles precisam sempre – estamos usando aqui suas palavras – eles precisam sempre ser escoltados por um tipo de anjo que está no seu lado da muralha de fogo. Mas eles estarão por aí com mais freqüência.

Estão aqui esta noite e estão ao seu lado, mesmo de vocês      lendo estas palavras. Pedimos que os saúdem em seus corações. Pedimos que enviem seu amor enquanto eles enviam amor a vocês. Eles antegozam ansiosos sua jornada vindoura na Terra. Pedimos que compartilhem com eles a alma e as profundezas de suas experiências havidas em todas estas vidas na Terra. Eles aguardam ansiosamente o momento de vir e seguir seus passos.

Bem, isto nos leva a continuidade da história de Jack, o Príncipe de sIAM. Queridos amigos, quando falamos a vocês em nossa última reunião, contamos a história de Jack, que era o príncipe do reino do Primeiro Círculo. Ele adorava viajar por todas as partes do reino onde encontrava com muitos, onde aprendeu muito, onde muito experimentou. Ele foi a novas vilas dentro do reino. Ele partilhou com outros dentro do reino e ajudou a criar muitas coisas novas. Esta é a parábola que partilhamos com vocês, a fim de ajudá-los a compreender como vieram para a Terra. Porque cada um de vocês é realmente Jack. Agora o que não falamos em nosso último encontro foi o que aconteceu a Jack quando ele chegou ao lugar onde a terra terminava. Ele empurrou seu barco para o mar, que estava calmo por um número de dias. E Jack começou a se chatear.

Vamos falar mais devagar aqui e enfatizamos estas metáforas, porque elas são a chave para as coisas que irão ensinar. Nós honramos cada um de vocês, os mestres aqui presentes esta noite.

Um dia enquanto flutuava pelas águas, procurando novas aventuras, Jack viu uma enorme muralha de fogo. Ela o apavorou. Ele começou a remar de volta, de volta à terra de onde veio, de volta ao reino que tinha sido seu lar. Mas mesmo assim a muralha o puxava. Ele estava apavorado, aterrorizado enquanto ela o puxava de uma maneira que não podia evitar. Após ter passado pela muralha de fogo, Jack acordou às margens de uma nova terra, deste lugar chamado Terra. Aqui encontrou com outras pessoas como ele. Juntos começaram a construir vilas. Eles criaram a arquitetura e os padrões de energia para a nova terra.

Agora vamos voltar por um momento e falar sobre o que aconteceu durante este período enquanto Jack passava através da muralha de fogo. Não tínhamos dado atenção a ele em nossa última reunião, porque queríamos falar sobre isto especificamente esta noite.

Esta foi uma experiência traumática para Jack – e para vocês. Pela primeira vez sentiu que não estava sob seu controle, quando esta muralha de fogo o puxou e ele gritou. Esta foi a primeira vez que Jack sentiu terror. Esta foi a primeira vez que sentiu um fragmentar-se dentro de seu próprio ser. Ele sempre havia sido um príncipe, o herdeiro do trono. Ele sempre havia experimentado liberdade para criar em qualquer forma que escolhesse.

Mas, agora, a muralha de fogo tinha mudado tudo para ele. Enquanto estava passando pela muralha de fogo, ela queimou o mais fundo de seu próprio ser, despertando nele conflito e dor, tristeza e sofrimento – todas as coisas que jamais havia experimentado enquanto estava no reino. E depois despertou algo dentro dele, algo chamado culpa. Enquanto rolava através desta horrível muralha, pensando o que havia feito, sentiu culpa por ter ido longe demais. Sentiu que deveria ter ficado em casa no reino onde todas as coisas eram boas e certas.

Enquanto estava nesta muralha de fogo, foi despedaçado, queridos amigos. Ela despedaçou a unidade que ele tinha sido e, num certo sentido, vocês poderiam dizer que ela criou uma guerra dentro dele. Houve experiências durante o breve momento em que passou pela muralha de fogo que pareceram durar uma eternidade. Príncipe Jack, aquele que era um criador no reino, teve experiências dentro da muralha de fogo repletas da mais profunda tristeza, repletas de raiva e ódio.

Oh, sabemos que alguns de vocês estão passando por momentos difíceis ouvindo isto. Mas tudo isto foi apropriado. Tudo isto foi o que era para ser. E tudo isto, vocês verão em sua finalidade, esteve repleto com o mais grandioso amor.

Nós lhes damos muitas metáforas importantes nesta noite. Há muitas metáforas que serão importantes no ofício de ensinar que vocês farão.

Príncipe Jack gastou uma eternidade na zona da muralha de fogo. Ela o quebrou em pedaços. Estes pedaços, num certo sentido, reorganizaram-se em duas áreas.

Uma pequena porção de pedaços reconectou-se e caiu através do universo no lugar chamado Terra. Eles se restauraram num corpo humano. Neste corpo humano, Jack estava destinado a andar pela Terra muitas, muitas vezes, para repetir o ciclo de vidas, para ganhar experiência sobre algo numa escala muito grandiosa.

Parte de Jack, a parte maior de Jack que havia sido despedaçada passou um tempo extra dentro da zona da muralha de fogo. Estes pedaços de Jack passaram por um tempo de turbulência e dificuldade dentro da muralha de fogo. Mas então se reuniram. Encontraram-se. Encontraram a vibração uns dos outros. Tornaram a se reunir. Eles então envolveram uma grande tapeçaria de energia ao redor deles para se protegerem. Vocês chamariam isto de casulo. E dentro deste casulo, a maior parte de Jack que havia se reunido novamente, adormeceu, protegida pelo casulo de energia, protegida por muito outros tipos de forças invisíveis e amorosas.

Enquanto estes pedaços de Jack estavam dormindo neste casulo, eles olharam para dentro. Jack sempre havia sido um criador voltado para fora, o aventureiro, o buscador de novas terras. Jack sempre foi uma expressão externa, mas agora a maior parte de Jack se encontrava dentro de um casulo, profundamente adormecida, olhando pra dentro.

Isto jamais havia sido realizado antes. Era uma necessidade por parte do Espírito, através de Jack, olhar para dentro. Olhar a partir de uma nova perspectiva, ao invés de criar para fora.

De volta ao Jack, o humano, que viveu muitas vidas e esqueceu quem era e que esqueceu sua origem angelical. Ele passou a pensar e acreditar que era apenas humano. Oh, ele até mesmo esqueceu suas muitas vidas na Terra. Ele começou a acreditar que sua existência era um mero nascer, viver e depois morrer. Ele esqueceria vida após vida e outra vida quem era. E seu nome mudaria vida após vida. Seu sexo ocasionalmente mudava. Ele teve muitas experiências.

Um dia, em uma de suas vidas, ele começou a questionar o "por quê." Começou a se perguntar quem realmente era seu pai. E as palavras que lhe disseram não ecoaram satisfatoriamente dentro de si. As palavras, que havia ouvido das pessoas nas igrejas e daqueles que controlavam as doutrinas espirituais, não ressoaram dentro de si. Ele sabia que havia algo mais. E buscou encontrar. Buscou reunir-se a algo que sabia estar ali, mas não conseguia por as mãos. Ele não podia definir o que era. Jack passou um número de vidas na busca, lutando e batendo sua cabeça contra a parede.

Após muitas provas e atribulações, e após muitos sofrimentos do corpo e da mente e do espírito, Jack um dia finalmente desistiu. Ele não ligava mais se ia viver ou morrer novamente como um humano. Ele amava sua família e amava aqueles que encontrou pelo caminho, mas não se importava muito mais. Ele não ligava mais nem tinha mais paixão por ser um humano. E isto não era um fato triste, queridos amigos. Isto não era uma coisa triste. Era chegado o momento. Era chegado o momento de liberar-se de ser humano, de agarrar-se a crença humana, de manter a condição humana.

As pessoas pensaram que Jack estava enlouquecendo. Preocuparam-se com ele e conversaram entre si, dizendo que talvez Jack fosse um suicida e que havia ficado louco. Eles pensaram que Jack devia procurar um emprego simples, fazer coisas simples sem se preocupar com planos grandiosos como encontrar a si mesmo mais uma vez.

Jack finalmente parou sua busca externa. Ele sentou-se serenamente e começou a aceitar. Começou verdadeiramente a ouvir e a seguir nenhuma voz que não a sua própria. Deixou de lado seus livros. Pôs de lado o que outros lhe diziam e acabou com a luta que travava em seu coração e em sua mente. Somente então Jack começou a entender o que estava realmente se passando. A parte maior dele que tinha estado no casulo, olhando para dentro, despertava agora de seu sono. Tinha agora terminado de olhar introspectivamente e estava pronta para despertar.

Queridos amigos, quando a porção maior de Jack, que se encontrava no casulo, decidiu acordar ela era como uma criança. Quando ela desperta, a primeira coisa que deseja fazer é reunir-se a você. Quando o Eu Verdadeiro desperta e sai de seu casulo, é que está procurando você. Quando assim faz, queridos amigos, é o que chamamos o despertar da consciência crística que se encontra dentro.

Então Jack sentou-se calmamente e ouviu por um longo tempo. Inicialmente tentou escutar da maneira como lhe disseram que ouvisse. Isto não funcionou muito bem. Ele se viu procurando novamente, enquanto tentava permanecer tranqüilo, buscando em sua mente, tentando a técnica ou processo correto. Quando finalmente desistiu destas técnicas e finalmente começou a permitir e ouvir de nenhuma outra maneira que não a sua, ele então começou a escutar a energia, o amor, a saudade e a paixão da parte que havia sido deixada para trás.

E, então, Jack compreendeu algo que sequer poderíamos explicar aqui para vocês. Escolhemos não faze-lo porque será único para cada um de vocês. Não há nenhum processo deste ponto em diante que Jack pudesse ter lido num livro. É tão único e pessoal a você que sequer pode ser esboçado aqui. Oh, de fato,      podemos conversar com vocês sobre tornar-se criadores. Podemos falar como chegaram até aqui. Podemos contar a vocês as coisas que estão experimentando neste momento. Mas o processo do despertar de sua divindade é tão profundamente pessoal e dentro de você,      que não poderíamos certamente começar a defini-lo. Vocês virão a compreender.

Queridos amigos, Jack sentou-se tranquilamente e ouviu dentro de seu ser e permitiu ao nível mais profundo. Ele permitiu ao nível que significa total liberação. Finalmente começou a ouvir e finalmente começou a compreender. Ele finalmente começou a integrar tudo que era, o que vocês chamam seu Eu Verdadeiro. Isto é o que alguns de vocês têm confundido com seus guias, o que alguns têm confundido com energia externa, até mesmo com Sananda, com Jesus de José. Estes todos são os que vêm para guia-los e trabalhar com vocês e dar-lhes amor, mas, queridos amigos, a integração e a descoberta interna é algo muito mais sublime.

Falaremos mais sobre isto em nossos próximos encontros, mas queríamos ir um pouco mais adiante com a história de Jack. É a sua história.

Quando deixaram o reino e passaram pela muralha de fogo, muito de vocês foi deixado pra trás. Muito de vocês entrou em turbulência, uma turbulência difícil de descrever e difícil até mesmo para vocês compreender dentro de seu ser. Uma pequena parte de sua energia total veio para este lugar chamado Terra e caminhou muitas e muitas vidas. Mas a parte que foi deixada para trás – seu Verdadeiro Eu – está agora despertando. É isto o que está acontecendo com vocês agora mesmo. É por isto que estão sentindo estas coisas dentro de seu corpo e de sua mente. É por isto que estamos reunidos aqui. É por isto que os reverenciamos.

Lembrem-se, queridos amigos, esta não é uma entidade de fora. Seu Verdadeiro Eu não é como um ser angelical com asas. É Você. É você e vem de dentro. Se revisarem algumas das metáforas que utilizamos nesta parábola, chegarão a uma maior compreensão disto. Vem de dentro de vocês.

Agora hoje é a Lição Seis da Série dos Criadores. Pedimos a cada um que se ponha à vontade por um momento, porque sabemos que estão em suspenso. (dando uma risadinha) Os convidados de hoje sentaram-se nos círculos exteriores escutando, escutando como vocês ouviram as histórias em torno do campo de fogo. Eles estão totalmente assombrados, escutando esta história de Jack, sabendo que se trata de vocês. Estão boquiabertos, por assim dizer. Há reverência.

Agora vamos ao assunto desta aula. Queridos amigos, estamos agora no ponto para a Lição Seis da Série dos Criadores. Vamos fazer uma breve revisão agora esta noite. Vamos também por um aviso para aqueles que estão nesta sala, para aqueles que se reúnem conosco através do tempo e do espaço. Se vocês não compreenderam ou não entenderam completamente as lições prévias, pedimos que retornem a elas. Estamos colocando aqui um sinal na estrada desta série que diz, "Se você não entendeu, volte."

O que vamos discutir daqui por diante, após a lição de hoje será aplicações práticas e ferramentas práticas para ser um criador na nova energia. Se vocês não têm a compreensão básica das lições fundamentais (Lição um – Seis), e tentar seguir em frente, isto vai doer algumas vezes. Vocês serão cortados por sua própria energia criativa e não vão gostar muito disso.

Para aqueles que irão ensinar estas lições no futuro, este é um lembrete de que há um sinal, muito parecido a um sinal "Pare," que diz, "Pare e volte se não compreendeu as lições prévias". Se você caiu na Lição Seis e não tomou tempo para rever as Lições Um a Cinco, é altamente recomendável que retorne.

As primeiras três lições, queridos amigos, foram lições fundamentais. Lição Um: "Aceite todas as coisas como elas são". Esta foi a lição da mureta, de ficar por trás da mureta. Esta foi a lição de dar o passo para fora da dualidade e do drama, ficar por trás de sua mureta e observar tudo que se passa a sua volta. A partir desta lição vocês vieram a entender como é fácil cair na armadilha da dualidade. Ficando por trás da mureta, vocês viram como é fácil sentir o vício de querer pular de volta à bulha.

Estando por detrás da mureta, vocês ganham uma nova perspectiva, uma perspectiva de certa maneira distante, mas não necessariamente desapaixonada. Vocês têm um ponto de vantagem na observação de tudo o que ocorre e vocês vêem a interessante dinâmica dos outros humanos. Vocês começam a entender a dualidade como ela verdadeiramente é.

Lição Dois, outra lição fundamental: "Aceite seu eu humano e você conhecerá seu eu divino". Esta é talvez a mais chata das lições, mas meus queridos amigos, vocês vão precisar entender isto por si mesmos e precisarão compreender para aqueles a quem ensinarão. Se vocês não aceitam seu eu humano, voltem ao "Vá" e comece novamente. (dando uma risadinha) Se vocês não aceitam seu eu humano, se vocês rejeitam a si mesmos, ele voltará mais tarde. Seu eu humano irá querer aceitação e será mais difícil curar mais tarde do que agora.

Vieram à Terra por uma razão. Passaram por muitas, muitas vidas por razões. Ao chegarem próximos da integração com sua divindade, realmente há a tendência a rejeitar seu eu humano. Alguns acham que vão ascender e nunca mais voltar à Terra. Queridos amigos, isto não é aceitação! Vocês terão dificuldades no caminhar do Círculo Carmesim se é assim que sentem sobre si mesmos. Estão entendendo o que estamos dizendo aqui? Pensem duas vezes sobre a beleza e a alegria e o amor de ser humano. Aceitem isto. Se for difícil de aceitar, tomem um tempo para trabalhar nisto. Trabalhem com outras pessoas que ajudarão vocês a aceitar. Se o seu desejo é simplesmente explodir para nunca mais retornar a este lugar desafiador que é a Terra, oh, queridos amigos, vocês terão muitos nomes em muitas vidas futuras! (risadas dos presentes)

Lição Dois: Aceite seu eu humano e conhecerá seu eu divino. Esta é uma lição básica. Aceite tudo o que são. Aceite seu eu humano. Jack chegou a um ponto onde teve que aprender a olhar para o espelho e ver a beleza e ver o amor e ver Deus no espelho. Entendem o que queremos dizer? Vocês precisam chegar a este ponto consigo mesmos, onde possam ver a si mesmos como Deus, porque vocês realmente são! Estar na condição humana é uma coisa alegre, grande e amorosa. Há milhares de entidades esta noite nos círculos exteriores desejando isto, desejando esta experiência. Aceite seu eu humano e conhecerá seu eu divino.

Então vem, vivendo no momento divino. Lição Três: Viva no momento divino. Queridos amigos, como sabem tão bem, é fácil viver no passado. É fácil se preocupar com o futuro. Enquanto um criador, vocês não estarão no passado ou futuro. Vocês estarão no momento, no momento divino. De uma maneira interessante, o divino momento inclui o passado e o futuro. Se vocês estão no momento divino, estão curando o passado. Estão criando um futuro que é inspirador. No divino momento vocês estão no passado e no futuro tudo ao mesmo tempo, mas, na verdade, está no que chamaríamos "ausência de tempo".

Estando neste divino momento, queridos amigos, para lhes dar algum incentivo, seu processo de envelhecimento é enormemente reduzido. Isto faz sentido se vocês estão em ambos passado e futuro e na "ausência de tempo". Se escolherem reduzir o processo de envelhecimento de sua biologia, fiquem no divino momento. Curar seu corpo físico é exponencialmente mais rápido se você estão no momento divino. O trabalho com as novas máquinas de que falou a Dra. Mindy Reynolds esta noite, mostrará que isto é verdade. Quando vocês estão no divino momento, o processo de cura é exponencialmente mais rápido e o processo de envelhecimento, diminuído.

Oh, estas foram lições chave. Esperamos que não as tenham simplesmente lido por sua maravilhosa energia! (risadas) Estas foram as lições essenciais, fundamentais. Elas não são as mais excitantes, mas as mais importantes. Estas três primeiras lições na Série dos Criadores são lições de aceitação: Aceitar todas as coisas, aceitar a si mesmo, aceitar o momento que está vivendo. Elas são as lições de aceitação dentro da série.

Então, queridos amigos, vamos para a Lição Quatro. A lição quatro é uma lição divertida, pois fornece a primeira ferramenta real a vocês: Criar em graça. O Forno da Graça é uma maneira de mostrar que vocês podem      pegar uma situação e começar a encontrar solução. Esta será uma lição divertida para ensinar. Criar em graça é tirar seu modo humano de pensar do caminho. É ficar de fora um momento e permitir simplesmente que seu Eu Verdadeiro desperto inicie seu processo, comece a encontrar a solução apropriada. Criar em graça também significa por sua agenda fora da situação que se apresenta. Sua agenda é limitada. Ela também limita a verdadeira possibilidade de criação. A Lição Quatro, criar em graça, inicia um novo tipo de processo. O processo não vem de sua mente. Vem de dentro de vocês, para criar de uma nova maneira.

Então, criando em graça, não era de se esperar mudanças em suas vidas? Lição Cinco: Espere mudanças e as abençoe! As mudanças pelas quais passam em suas vidas, embora frustrantes e irritantes, são apropriadas. Verão antigas coisas sendo removidas para dar espaço a novas coisas, coisas mais sublimes. Há um paralelo aqui com o que está literalmente ocorrendo dentro de vocês. A coisa nova entrando é a parte de vocês, a parte maior que foi deixada atrás da muralha de fogo. As coisas saindo neste instante de sua vida se baseavam em velhas limitações humanas. As limitações de consciência estão sendo movidas neste momento para dar espaço a esta energia grandiosa.

(muito emocionado) Vamos parar um momento, pois é difícil ficar assim tão próximos a vocês, sentir os desafios e a dor por que passaram e sentir o grande sofrimento que sentiram. E, ainda assim, continuam no seu caminho. Isto nos espanta e as emoções que vêm à tona agora são daqueles nos círculos exteriores que choram em reverência. Estão chorando ao ver pelo que passam e imaginam como será possível a eles seguir seus passos.

(uma pausa emocionada)

Vamos continuar.

Vocês não podem esperar que ao iniciar uma série de mudanças precipitadas pelo forno, não vá acontecer coisas em suas vidas. Os velhos jeitos, as velhas maneiras se vão para dar lugar ao novo. Queridos amigos, quando vocês ligam o forno da graça, esperem mudanças em sua vida!

Agora, pedimos para que estejam em sua nova casa por um momento. Pedimos que tomem um momento para ter certeza de que estão em sua nova casa. Se estavam no jardim, pedimos que entrem agora, abram a porta e se encontrem conosco aqui. (o pessoal ri) Agora, queridos amigos, pedimos que fechem todas as venezianas e janelas e as portas. Fechem todas as venezianas e as janelas e as portas, de maneira que não sejamos perturbados por algo de fora.

Aqueles que não estão tão familiarizados com o que estamos falando, a nova casa é uma metáfora, um símbolo de seu novo eu humano divino. É sua nova casa. É quem você é. É um local mágico repleto com tudo que deseja.

Mas agora pedimos que fechem as janelas e as portas e os vidros. Vamos voltar à cozinha onde temos o Forno da Graça. Oh, dá até para sentir o cheiro de coisas assando esta noite! (risadas)

Agora queridos amigos, vamos entrar em sua cozinha. Mas que bagunça! (o pessoal cai na risada) Queridos amigos, vocês colocaram tanta coisa em seu forno e quando era a hora de retira-las, vocês esqueceram e seu forno está abarrotado de coisas! (o pessoal desata a rir) As coisas que lembraram de retirar estão sobre o balcão, porque não sabiam o que fazer com elas! Há bandejas de fotos e bolsas e carteiras e óculos! (mais risadas) Queridos amigos, suas coisas estão por toda parte, esfriando, por assim dizer. Realmente está uma bagunça!

Vamos falar disto hoje esta noite, porque vocês sequer sabiam o que fazer com as coisas após terem-nas colocado no Forno da Graça. Mas tem havido um período de resfriamento que tem sido apropriado. Não tínhamos lhes dado esta informação até agora porque queríamos que lembrassem disto quando ensinassem aos outros. Há um período de esfriamento! Há um período de transição do momento em que retiram algo do forno até que as coisas realmente comecem a se transformar em seu nível humano. Como sabem, a mudança começa a ter lugar. Isto faz parte do processo de esfriamento.

Bem, agora antes de seguir adiante, vamos falar de suas coisas que estão sobre a mesa. Suas coisas não são tão complexas como poderiam ter imaginado, queridos amigos. Olhem para as bandejas de coisas sobre os balcões. Vemos basicamente quatro categorias de preocupação humanas nas quais todas estas coisas podem ser inseridas. Queridos amigos, vemos quatro áreas de preocupação humana. Aí está novamente o número quatro!

Primeiro, estão as coisas que lidam com biologia, com seu ser físico, com suas dores e sofrimentos, com doença física, com as necessidade do corpo. Há destas coisas.

Segundo, há assuntos de relacionamentos. Este tem sido e continuará a ser um assunto para muitos de vocês no continuar do tempo. Em seu núcleo, relacionamentos representam dualidade. Eles representam o "dois." É por isto que relacionamentos são um desafio e um tema. Vemos que muitos quiseram colocar casos de relacionamento no forno e uns poucos que o fizeram! (dando uma risadinha) E há muitos que colocaram suas necessidades próprias em termos de relacionamento sem colocar outras pessoas. Isto foi apropriado, pois, como lhes lembramos, pedimos que colocassem no forno apenas aquelas coisas que fossem para vocês.

Há também o assunto de recursos ou abundância. Como um humano, há certas coisas de que necessitam e seu dinheiro em geral as compra. Há questões de recursos. Há questões de abundância. Queridos amigos, temos visto muitas, muitas destas questões em seus fornos ultimamente! (uma risadinha) Algumas foram ao forno repetidamente! A questão de abundância será uma das mais difíceis de romper e pode ser necessário leva-la ao forno várias vezes. Mas quando finalmente começar a funcionar, vocês verão as mudanças mais rápidas nesta área de suas vidas.

Então, há questões da biologia, questões sobre relacionamentos e questões sobre abundância. Finalmente, queridos amigos, há questões de auto-estima. Estas são questões sobre quem são e sobre seu próprio valor. É um assunto que agora pode estar diretamente ligado ao tempo quando passaram pela muralha de fogo. Vocês trabalharam muito em processar e liberar nesta vida. Estas liberações, pelas quais não foram capazes de passar, estão diretamente relacionadas a este momento traumatizante da passagem pela muralha de fogo. Com este conhecimento em seu interior, queridos amigos, vocês podem começar a solucionar suas questões de auto-estima e valor muito facilmente. 

O que fizeram quando passaram foi feito a serviço de Tudo Que É. Vocês passaram através da muralha de fogo para explorar uma nova área, um novo círculo que nunca antes havia sido criado. Nós os reverenciamos por fazer isto em nome do Espírito. Assim que pedimos a vocês que agora ponham de lado estas questões de auto-estima e valor. Não há nada que tenham feito de errado. Vocês fizeram isto em amor e serviço.

Agora, vamos voltar a sua cozinha com todos estes assuntos sobre os balcões. Pedimos agora que peguem as bandejas com os temas e os joguem para o alto! Peguem todos seus assuntos e joguem para o alto, para o ar. Vão perceber algo – eles não caem de volta para o chão. Suas questões ficaram suspensas no ar. Elas flutuam no ar. Elas começam a se transformar. Ao invés de um pedaço de papel ou de uma foto ou de um objeto físico como uma bolsa, elas se transformam em brilhantes, reluzentes luzes, cada uma delas. São como estrelas, pairando ao redor do teto de sua própria e ampla cozinha.

Quando você retira suas questões do forno da graça – o qual é a graça divina que existe dentro de você – elas se transformarão de questões em brilhantes e resplandecentes estrelas. (oh, realmente esta noite estamos usando um bocado de metáfora!) Existe uma ordem natural que passa a ter lugar, uma solução natural que acontece quando você não limita os resultados, quando permite que as coisas entrem em equilíbrio. Isto transforma uma difícil e pesada questão humana novamente em uma rutilante luz de energia.

Agora, queridos amigos, deixem, por um momento, estas questões suspensas aqui na cozinha de sua nova casa. Vamos partilhar com vocês a Lição Seis da Série dos Criadores. Esta é talvez a mais mágica de todas as lições que lhes daremos. As outras serão mais práticas. Esta é a mais mágica. Usufruam dela por um tempo, queridos amigos.

Lição Seis: Dentro de você há equilíbrio divino. Dentro de você há equilíbrio divino. Todas estas luzes cintilantes, que uma vez foram questões, estão encontrando agora seu próprio equilíbrio. Vocês liberaram suas questões quando as colocaram no Forno da Graça e depois as deixaram de lado para esfriar. Agora estão sem o peso dos objetos físicos, sem o peso de objetos tangíveis. Vocês as jogaram para o alto e permitiram que elas encontrassem seu equilíbrio próprio. Neste ponto, elas se transformaram em cintilantes luzes brilhantes. Elas encontrarão seu próprio equilíbrio.

Por exemplo, vamos dizer que vocês tenham um problema físico. Quando vocês o assam no Forno da Graça e permitem que mudanças ocorram em seu corpo, isto acarreta no encontro do equilíbrio natural. O equilíbrio natural não virá de Tobias ou de seus guias ou de Jesus ou qualquer outro ser. Virá de dentro de seu ser. Este é um processo de transformação mágico que ocorre se vocês permitem que assim seja. Isto se aplica a todas as suas questões, seja sobre seu corpo, seus relacionamentos, sua abundância ou sua auto-estima.

Agora, queridos amigos, vocês têm todas estas antigas questões brilhando ao redor de sua cozinha. São antigas questões que encontram agora o equilíbrio apropriado. Depende só de vocês      pegarem estas luzes cintilantes e tece-las num belo colar de luz. Vocês      vão usar este colar de luz no futuro para certas cerimônias que explicaremos mais tarde. Cada uma destas fulgurantes luzes é como uma gema ao seu redor. É também um lembrete a vocês e aos outros de que vocês caminharam através de muitas experiências, mas cada uma delas tinha uma pérola de amor e luz e alegria. Cada uma teve uma razão. Sempre que vocês sentirem que é apropriado, vocês      podem reunir estas antigas questões e tece-las num colar de luz. Este colar será um lembrete de tudo que vocês aprenderam. Também será um lembrete de tudo que estão aprendendo sobre permitir um novo tipo de criação em sua vida.

Lição Seis: Dentro de você há equilíbrio divino. Quando vocês permitem que este equilíbrio divino faça seu trabalho, suas antigas questões retornarão para vocês      da maneira mais apropriada. Dentro de vocês há um novo equilíbrio divino. Pedimos que cerrem as vidraças e as portas de sua nova casa. Queremos que compreendam que isto vem de dentro de vocês. Não é apropriado agora pedir ajuda a seus guias. Eles os amam ternamente, mas eles não estão mais em sua energia direta. Não há mais o momento de pedir a Tobias ou qualquer outro ser exterior. Dentro de VOCÊ há equilíbrio divino.

Fica entre você e seu Eu Superior. Seu Eu Superior não pode ser encontrado se vocês estão olhando pela janela. Não está lá. Não há nada lá fora agora que vá conectar vocês a sua própria divindade. Não está no lado de fora. Quando vocês se pegam olhando pra fora, atrás de suas respostas, nós vamos lhes lembrar que o ponto de conexão é com seu ser divino, o ponto de conexão é de onde vocês vieram. O ponto de conexão ao futuro para onde irão é lá dentro de vocês! Queridos amigos, lembrem-se disto. Esta é a lição mágica que chegarão a compreender. Dentro de você há equilíbrio divino.

Agora, passamos pela primeira metade desta série dos criadores. Nós lhes demos as lições fundamentais de aceitação. Demos agora as três lições para o início da transformação – criar em graça, aceitar as mudanças que vão começar em suas vidas e, nesta noite, compreender que há equilíbrio divino dentro de vocês. Estas foram as lições fundamentais a partir das quais seguiremos em frente.

Nas próximas seis lições, lhes daremos ferramentas práticas, mas lembramos que se não têm um compreensão das Lições Um a Seis, voltem agora. Vai causar mal tentar usar estas ferramentas se vocês      não têm a sabedoria e a compreensão. Pode ser doloroso se vocês      não aprenderam a aceitar; se não aprenderam a ser pacientes no processo de transformação; se não aprenderam a permitir suas questões esfriarem; e se não aprenderam que o equilíbrio divino está dentro de vocês.

Queridos amigos, aqueles reunidos nos círculos exteriores esta noite não estão certos se merecem sequer alguma vez vir num corpo humano e seguir seus passos. Nós dizemos a eles nesta noite que o caminho foi pavimentado pelo trabalho que vocês realizaram. Eles não precisarão passar pelos desafios e pelas dificuldades e lições que vocês tiveram que passar. Eles terão professores que vocês nunca tiveram. Eles caminharão pela estrada que foi cortada por aqueles que chamamos Shaumbra. Quando entrarem na biologia – como em breve o farão – e experimentarem os desafios da dualidade, eles precisarão de um professor. Quando estiverem na maior necessidade de um mestre, cruzarão com um humano que usa um colar cintilante de luz. Eles irão reconhece-los como seu mestre humano, para guia-los em seu novo caminho.

Nós os amamos ternamente e vocês nunca estão sós.

E assim é.


Tobias é canalizado por Geoffrey Hoppe, P. O. Box 7392, CO, 80403. E-mail: Cauldre@aol.com <mailto:Cauldre@aol.com> - O Círculo Carmesim se reúne mensalmente em Denver, Colorado, para partilhar amor, informação e risos. Para maiores informações sobre o Círculo Carmesim, envie mensagens a Michele Machale em Mmachale@aol.com <mailto:Mmachale@aol.com> - Partes desta mensagem foram editadas a partir da versão original gravada em viva voz para maior clareza e compreensão. Por favor, distribua livremente este texto em material não comercial. - Visite o site do Círculo: www.crimsoncircle.com <http://www.crimsoncircle.com/> para maiores informações. - Agradecimentos especiais a todas as maravilhosas almas no Círculo Carmesim, mais Kryon, Lee Carroll, Jan Tober, Dra. Melanie Wolf, Tobias e o amor do Espírito. - Agradecimentos especiais a Dra. Mindy Reynolds por seu amor e paciência na transcrição de muitas e muitas horas de fitas de Tobias. - Direitos autorais Y2000 Geoffrey Hoppe, Golden, CO, USA. Todos os direitos reservados.

Tradução para o português: Sonia Gentil / Bahia / dezembro 2001
Revisão para este blog: Aline Bitencourt